domingo, 24 de julho de 2011

Por aí... Em Paris

Paris, de novo...
Dizem que Paris, você ama ou odeia.
Eu amei do momento em que coloquei os meus pés na estação de trem ano passado.
E não via a hora de voltar.
Como o meu marido havia me dito que este ano não poderia viajar nas férias, decidi
passar 10 dias em Paris. Só 10 dias, para poder passar o resto das férias com ele,
contrariando a minha opinião de  aproveitar ao máximo, visto que o preço da
passagem é tão alto.
Quem foi comigo, no final das contas, foi a Lu. Minha amiga há mais de 20 anos.
Estudamos juntas no colegial e somos amigas até hoje.
Bem, foram 10 dias deliciosos, de muito calor e muita caminhada.
Fiz bolhas nos pés, mas valeu muito.
Fomos até Versailles à noite, assistimos ao estáculo das águas noturno e adorei.
Também subimos na Torre, o que ano passado eu não tinha feito.

O arco do Triunfo

La Defense lá no fundo, vista do alto do Arco
A torre Eiffell


E do outro lado, a Escola Militar















Não sei o que aconteceu, mas não estou conseguindo colocar as legendas
sem tirar as fotos de ordem, então para vocês saberem, depois da Torre,
as fotos são: 1) dentro da Ópera Gernier; 2) No Louvre, os gatos do Egito;
3) em Versailles (AMO); 4) também em Versailles, uma das muitas fontes.

O vídeo foi gravado em Versailles, já no espetáculo das Águas.

Mais uma vez, recomendo muito conhecer Paris. Para muitos, parece impossível
fazer uma viagem para a Europa. Mas se programando com um pouco de antecedência,
dá para fazer uma viagem ótima. Tenho uma amiga que queria ir muito comigo,
acabou não indo por causa de alguns problemas pessoais. Mas ela me disse que foi
cotar passar uma semana na pousada do Rio Quente em Goiás, e quando viu o valor,
me disse que se fosse comigo os 10 dias para Paris, ficaria mais barato.
O que eu faço: me programo com antecedência, assim compro a passagem mais
barata e pago de 6 até 10 vezes no cartão; alugo apartamento ao invés de hotel (para
quem é mais jovem e desencanado, existem os hostels, e se forem em mais de um,
com quartos duplos ou triplos, mais baratos); faço uma boa refeição no dia,
geralmente o almoço, depois me delicio com os crepes, croissants e baguetes,
mais baratos e igualmente deliciosos; compro os ingressos pela internet, já pago
antes e evito filas.

Agora estou programando a minha próxima grande viagem, em agosto do ano que vem,
para a Itália.